chernobyl

Li esta noticia no Público e fiquei algo assustado.

31-08-2009 8:30:00
Insatisfação laboral chega à energia nuclear francesa
As
torres de refrigeração da central nuclear francesa de Tricastin, no
Sudeste do país. Condições de trabalho a deteriorarem-se, falta de
aumentos salariais, pressão para se trabalhar mais depressa e
preocupações com a segurança são queixas frequentes de uma força de
trabalho insatisfeita. Quando queixas deste tipo surgem no indústria
mais sensível em França — a da energia nuclear — as campainhas de
alarme começam a soar. Fotografia: Muriel Boselli/Reuters

Isto é o 1.º passo de um novo chernobyl, mas desta vez um bocado mais perto de nós.
Não tenho nada contra a energia nuclear e, para mim, será a forma de sustentar energeticamente o mundo moderno, mas tem de existir controlo e este tipo de problemas economicistas não podem existir. Está a saúde de muitos em jogo.

Fiquem bem, se conseguirem.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s