Pablo Neruda, Os Versos do Capitão

ri, porque o teu riso

será para as minhas mãos

como uma espada fresca.

À beira do mar, no outono,

teu riso deve erguer

sua cascata de espuma,

e na primavera, amor,

quero teu riso como

a flor que esperava,

a flor azul, a rosa

da minha pátria sonora.

Ri-te da noite,

do dia, da lua,

ri-te das ruas

tortas da ilha,

ri-te deste grosseiro

rapaz que te ama,

mas quando abro

os olhos e os fecho,

quando meus passos vão,

quando voltam meus passos,

nega-me o pão, o ar,

a luz, a primavera,

mas nunca o teu riso,

porque então morreria.

Pablo Neruda, Os Versos do Capitão

 

4 thoughts on “Pablo Neruda, Os Versos do Capitão

  1. pablo neruda ele e um exelente escritor e provavelmente um leitor ou poeta
    que tem seus sentimentos a flor da pele ”com os seus famosos versos de um
    capital”ganhou espaço no coraçao ate de quem nao lia , e hoje sao pessoas que sao grandes leitoras ,os versos do capitao sao facinates uma obra prima-eu diria , ele era um soldado que n tinha seu nome definido , mas sua amada o chamava de “meu capital”eles viverao um grande amor muito intenso , e vassalador , um grande poeta escreve seus piquenos versos mais com uma enorme paixao , dejeijo , com muita vontade ,
    “NEGA-ME O PAO, OAR
    A LUZ ,APRIMAVERA
    MAIS NUNCA O TEU SORRISO
    POR QUE ENTAO MORRERIA”
    SAO VERSOS QUE VAO FICAR MARCADOS PARA UMA VIDA TODA DE QUEM PODE TER A ENORME CHANÇE DE LER E PODER VIVER OU SENTIR OS VERSOS DE UM CAPITAL………..

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s