Visto de passagem

De passagem reparei neste cartaz e não consegui deixar de parar para ler.

E, depois de meditar, não consegui deixar de vir aqui discordar da sequência.

Se não desligamos os aparelhos – destes de onde escrevo – acabamos num estado terminal, quais seres vegetativos que, tendo olhos, não vêem por deixarmos que os aparelhos nos turvem a vista.
Sejam felizes.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s