15 de Agosto: feriado

Se ontem fui até à beira mar esperando uma magnífica tarde de praia e, como escrevi, esteve longe de estar. Hoje fui pelo passeio e encontrei uma magnífica tarde de praia.

E se ontem escrevi as desventuras de uma tarde triste, hoje não posso deixar de escrever, porque tudo estave perfeito:

  • o mar estava sem ondas e a água de um frio que me prendia; 
  • o vento estava… por outras bandas ou tirou o dia; 
  • o sol, não sendo o sol que nos queimou a semana passada, estava vivo e disputava a minha presença com a água do mar.

Estava tão bom que só a sede me afastou do areal.

Saí em direção ao bar de praia com intenção de me estender numa das cadeiras de lona e beber um fino. 

O fino estava excelente! Ainda não me tinha ajustado à cadeira e já estava a pedir outro.

Deixei-me ficar a beber, ver o sol descer e um barco à vela avançar equilibrado na linha do horizonte.

É em momentos como este que a companhia de uma reflex com uma boa objetiva faz toda a diferença. Quase se consegue ver o barco ao longe… o zoom destes equipamentos é uma treta.

Espero que este dia se repita durante o resto desta semana.
Sejam felizes.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s